A legião estrangeira   Saiba como comprar Entre em contato com a Rocco Conheça alguns lançamentos da Rocco para saber mais sobre a Rocco
Compare preços
para este título
Compare preços para este título

A legião estrangeira
Clarice Lispector
Contos   104 páginas
ISBN 85-325-0945-2


Os 13 contos de A legião estrangeira abordam o cotidiano familiar, a perversidade infantil e a solidão. Como apontou o escritor Affonso Romano de Sant’Anna na introdução de uma antiga edição do livro, para Clarice Lispector importa mais a geografia interior. "Ao invés de tipos épicos e dramáticos, temos figuras situadas numa aura de mistério, vivendo relações profundas dentro do mais ordinário cotidiano", escreveu. "Mais do que as aventuras, interessa-se por descrever a solidão dos homens diante dos animais e objetos."

Entre os contos destaca-se "Viagem a Petrópolis", escrito quando Clarice tinha apenas 14 anos. Neste, a precoce escritora narra a absurda solidão de uma velhinha que, sem lugar para morar, é empurrada de uma casa para outra. E o leitor perceberá em "Os desastres de Sofia" uma história de transparente sensibilidade, em que a autora aborda a perversidade infantil por meio do relacionamento de uma aluna com seu professor.

A vulnerabilidade dos animais diante dos homens, e vice-versa, está presente em "A quinta história", "Macacos" e ainda em "A legião estrangeira". Como também apontou Affonso Romano de Sant’Anna, a tensão nos contos de Clarice surge da oposição Eu X Outro, que pode ser um animal, uma criança ou uma coisa. "Dessa tensão é que surge a epifania, a revelação de uma certa verdade."

A legião estrangeira, como os demais títulos de Clarice Lispector relançados pela Rocco, recebeu novo tratamento gráfico e passou por rigorosa revisão de texto, feita pela especialista em crítica textual Marlene Gomes Mendes, baseada em sua primeira edição, de 1964.

Sobre a autora:

Clarice Lispector nasceu em 1920, na Ucrânia. Chegou ao Brasil com os pais e duas irmãs em 1922. Sua família residiu primeiramente em Maceió e depois em Recife, onde Clarice passou a infância. Perdeu a mãe em 1930 e, três anos depois, seu pai mudou-se com as filhas para o Rio de Janeiro.

Em 1943, Clarice iniciou sua carreira literária com Perto do coração selvagem, que acabou projetando seu nome entre os escritores da Geração de 45. A autora lança, em 1960, Laços de família, seu primeiro livro de contos. A Hora da estrela, de 1977, foi seu último romance publicado em vida. Clarice morreu de câncer, no dia 9 de dezembro de 1977, um dia antes de completar 57 anos.




Rocco      Destaques      Contato      Como Comprar

editoras.com